Três Lagoas Florestal:

Durante esta quarta-feira (29/03), 2º dia da Feira da Cadeia Produtiva da Indústria Brasileira de Árvores – Três Lagoas Florestal, realizada no espaço Arena Mix, no município, a diretora do ISI Biomassa (Instituto Senai de Inovação em Biomassa), Carolina Andrade, apresentou as soluções em processamento de biomassa para a agregação de valor à produção.
 
Ao longo da apresentação, Carolina Andrade destacou que entre os objetivos da explanação foi divulgar dos serviços oferecidos pelo ISI Biomassa e orientações sobre como as empresas podem atuar em parceria com o Senai na área de inovação.
 
“Eu apresentei algumas oportunidades e possibilidades de soluções para agregar valor a processos de transformação de biomassa. Mostrei a atuação do ISI Biomassa na área de energia, aproveitamento de madeira e apresentei os projetos nas áreas de biotecnologia e molecular, que também embasam o desenvolvimento para a área de papel e celulose”, explicou a diretora.
 
Repercussão
 
Para a engenheira-florestal Amanda Nodari, analista de colheita da Fibria, a palestra comprovou quanto o segmento florestal ainda pode evoluir no quesito inovação. “A biomassa é um setor promissor que ainda está em fase embrionária, temos muitas pesquisas e poucas ações concretas voltadas para a implementação disso em larga escala. Então eu fiquei muito feliz em saber que isso está gerando resultado e que o ISI está desenvolvendo a questão da agregação de valor a um produto tão nobre como a madeira”, pontuou.
 
Ainda segundo Amanda Nodari, o futuro será focado na agregação de valor e no desperdício zero. “De uma floresta voltada para o segmento moveleiro você consegue extrair produtos para celulose, biomassa, óleos essenciais para a indústria farmacêutica. É um leque imenso de possibilidades”, frisou.
 
O empresário paraguaio Rodrigo Diel, representante da empresa Efisa, ficou surpreso com o alto investimento na área de tecnologia da informação e de processos. “Tanto na palestra da Carolina Andrade, quanto na Feira como um todo foi possível perceber a gama de preocupações no segmento da silvicultura, na indústria e na fabricação da madeira. A gente nota que Três Lagoas, a Capital da Celulose, está disposta a buscar soluções e encontrar o caminho certo para a indústria estar sempre fortalecida”, analisou.
 
Três Lagoas Florestal
 
O ISI Biomassa continua participando da 3ª edição do Três Lagoas Florestal, promovido na Arena Mix, em Três Lagoas, com exposição de equipamentos. Até quinta-feira (30/03), os visitantes poderão visitar o estande, que terá ainda uma pessoa de plantão para tirar dúvidas sobre os serviços disponibilizados pelo Instituto.
 
Segundo a pesquisadora industrial do ISI Biomassa, Luiza de Paula Conceição Lopes, a participação no evento foi pensada para mostrar que o Instituto está à disposição das empresas para auxiliá-las na área de transformação de biomassa. “Vamos apresentar os serviços do ISI Biomassa de Três Lagoas, que está prestes a ser inaugurado, considerando as oportunidades de parcerias na área da biomassa”, pontuou.