SP recebe R$ 35 milhões para apoiar produtores de baixa renda e população em vulnerabilidade social

 

 

Integração entre os governos federal, estadual e municipais beneficiará agricultores com gestão, geração de renda e alimento seguro à populaçãoO Estado de SP recebeu R$ 35 milhões do Ministério da Cidadania para executar o Programa de Aquisição de Alimento, apoiando o pequeno agricultor na gestão dos negócios e fornecendo alimento seguro às famílias em situação de vulnerabilidade social. A liberação dos recursos foi realizada nesta segunda-feira, 30, em evento com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e o secretário de Agricultura e Abastecimento de SP, Gustavo Junqueira.

 

 

“A integração é tudo o que sempre pensamos possível para levar o Brasil a outro patamar, unindo a produção e o consumo e tendo o agro como ponte, permeando todas as instâncias de governo”, afirmou Gustavo Junqueira. “Se não levarmos tecnologia e gestão às pessoas e empresas, não conseguiremos tirá-las na situação de fragilidade que estão. Esse programa traz às pessoas um instrumento de governança para acesso ao mercado. Começa com o apoio das três esferas de governo ao pequeno produtor, para que ele possa produzir com mais padronização, qualidade e com orientação de mercado para ocupar outros espaços”, destacou, anunciando o Projeto Cesta Verde.

 

 

“O Cesta Verde vem coroar esse trabalho, em união com o PAA. Serão distribuídas 400 mil cestas com 10 kg de alimentos, um mix de raízes, tubérculos, frutas, verduras e legumes que levam um cardápio variado às famílias que as recebem”, detalhou Gustavo Junqueira. Foram envolvidos neste trabalho 206 técnicos da Secretaria para atender 100% dos 158 municípios com alta ou muito alta insegurança alimentar no Estado de São Paulo.

 

 

A Secretaria superou as metas nacionais de execução do PAA: 41% dos alimentos adquiridos para doação no Estado de São Paulo foram produzidos por mulheres, superior aos 30% nacionalmente estabelecidos; e 7,3% do total do Programa são produtos orgânicos, diante da meta nacional de 5%.

 

 

Cidadania no Campo

 

 


O secretário Gustavo Junqueira enfatizou ainda o trabalho integrado entre as esferas de governo para levar a infraestrutura necessária ao produtor. Por meio do Projeto Rotas Rurais, a Secretaria mapeará e endereçará 200 mil km de estradas rurais. “É importante termos o endereço para catalogar cada produtor, onde e quanto ele produz, e, em parceria com os Ministérios e Secretarias, buscar soluções”, disse.

 

 

Outro aspecto importante que tem sido trabalhado pelo governo Estadual em parceria com a o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento é a busca por acesso e conectividade no campo. “Temos discutido com a ministra Tereza Cristina como promover esse acesso e levar mais gestão e renda ao campo, instrumentos de educação à distância, gestão financeira e comercial para que as empresas e produtores possam se conectar”, afirmou.

 

 

Gustavo Junqueira citou ainda o “Cidadania no Campo – Município Agro”, trabalho da Pasta realizado por meio do ranqueamento dos municípios e gestão rural. “As verbas da Secretaria são distribuídas de acordo com a capacidade dos municípios de gerenciarem a sua área rural”, explicou.