Preservação:

O governador Reinaldo Azambuja testemunhou, junto com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, nessa quinta-feira, em Goiânia (GO) a formalização de protocolo de intenções que prevê a criação da primeira área de preservação do Cerrado, bioma característico da região central do Brasil. Reinaldo está em Goiânia para a reunião do Fórum de Governadores do Brasil Central e assinou como testemunha o documento que vai criar a Reserva Particular de Desenvolvimento Sustentável (RPDS), categoria prevista no Sistema Nacional de Unidades de Conservação – SNUC. O governador permanece em Goiânia para as reuniões do Fórum de Governadores para discutir sistema de operações cooperadas entre os estados do Centro-Oeste (MS, MT, GO e DF), além de Tocantins e Rondônia.

O Protocolo de intenções da reserva do Cerrado foi firmado pelo Governo de Goiás com a Reservas Votorantim Ltda e a Companhia Brasileira de Alumínio que propõe ações destinadas à preservação de uma área denominada Legado Verdes do Cerrado.
A Legado Verdes será composta por duas áreas que totalizam 32,5 mil hectares, (Fazenda Engenho, com 27,4 mil hectares e Fazenda Santo Antônio da Serra Negra, com 5,1 mil hectares), consolidando 84% de áreas com bens ambientalmente relevantes, como cursos d’água, Áreas de Preservação Permanente e vegetação nativa de Cerrado com alto grau de conservação, além de 16% da área destinada a atividades econômicas. Ambas as áreas vêm sendo geridas equilibradamente pela Votorantim/Companhia Brasileira de Alumínio desde 1974 em equilíbrio com o desenvolvimento de suas atividades econômicas, em Niquelândia, onde está localizada a área a ser preservada.
 
Edmir Conceição.
Fotos: Chico Ribeiro (Subcom)