Locação de notebooks expande no agronegócio do Centro-Oeste

Empresas que alugam ao invés de comprar equipamentos de TI economizam, dentro de apenas dois anos, 50% do valor que seria investido

 

 

 

 

Várias empresas do agronegócio começaram a apostar em um conceito relativamente novo no Centro-Oeste: economia recorrente na infraestrutura de TI. Ao invés de comprarem notebooks para o uso de seus colaboradores no escritório e em home office, passaram a alugar os equipamentos. Como é o caso da Máxima Agronegócios, sediada em Goiânia (GO), que presta serviços de colheita da cana mecanizada em todo o país. “Temos em torno de 300 funcionários e estávamos prestes a comprar novos equipamentos, mas decidimos pela locação devido à facilidade e economia substancial que teremos”, afirma a proprietária Tatiana Oliveira.

 

 

A locação ocorre por meio da startup Plugify. “A cada 100 unidades alugadas de um notebook de R$ 6 mil, investe-se R$ 300 mil e, ao final de dois anos, todos são automaticamente trocados por novos dentro do mesmo contrato. Já se forem comprados, investiria-se o dobro, R$ 600 mil, e ao final de dois anos, já estariam perdendo performance”, afirma o CEO Alexandre Gotthilf.

 

 

Esse cálculo considera a premissa do TCO (Total Cost of Ownership), estimativa financeira projetada para avaliar custos diretos e indiretos relacionados a uma compra. No caso de computadores, 70% dos custos reais ocorrem após a aquisição. A startup chegou ao Centro-Oeste em setembro e já conquistou, entre os novos clientes, fazendas e empresas de gestão de produção, além de locadoras de máquinas, equipamentos agrícolas e de construção.

 

 

“Percebemos um ótimo potencial de crescimento na região, que demanda cada vez mais uma solução que simplifica a gestão da infraestrutura de TI para garantir alta produtividade dos negócios no campo com economia de recursos”, destaca Gotthilf. O executivo explica que as empresas evitam uma série de custos adicionais com a locação, como serviços de configuração, seguros e assinaturas de softwares, além de não precisarem recomeçar o ciclo de gastos após dois anos, período no qual a maior parte dos processadores já pode se tornar obsoleta.

 

 

Para simplificar o acesso e a gestão da infraestrutura de TI dentro das empresas, a Plugify sempre aluga dispositivos novos e atualizados, com tecnologia de última geração, que já incluem os softwares necessários para operação imediata, além de ferramentas de dashboards, controles e planejamentos. Para garantir agilidade, nenhum notebook danificado no contrato de locação é consertado, é simplesmente trocado por um novo, enviado para cada escritório e home office dentro de apenas um dia útil nas capitais de todos os estados via frete aéreo.

 

 

Atualmente, atende empresas de todos os perfis e tamanhos com milhares de computadores alocados, além de celulares e tablets. A busca pelo serviço aumentou exponencialmente durante a pandemia e a expectativa é que continue em alta, o que deve mais que dobrar o faturamento da startup até dezembro.