ENERGIA ELÉTRICA:

Para acompanhar e debater as variações no mercado de comercialização de energia elétrica, a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), em parceria com a Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (ABRACEEL) e Associação da Indústria de Cogeração de Energia (COGEN) criou o Programa Mensal de Palestra sobre as Condições de Demanda e Oferta no Setor Elétrico, que trará, a cada mês, novos especialistas para tratar deste tema.
 
Até o momento, dois eventos já foram realizados: “Bioeletricidade – Tecnologia e Mercado”, que contou com a participação de especialistas das empresas Zanini Renk e Statkraft; e “Condições de Demanda e Oferta do Setor Elétrico Brasileiro – Uma discussão sobre o horizonte de 5 anos”, sob o comando da Clime Trading. Os dois eventos reuniram cerca de 80 pessoas cada um, entre funcionários e representantes de empresas do setor.
 
A agenda do primeiro semestre já está fechada, com mais três palestras agendadas. No mês de maio, a entidade vai receber os especialistas da Capitale Energia, seguidos da Comerc Energia em junho e, por fim, a Matrix Energy Trading, em julho. Todos os eventos serão realizados na sede da UNICA, em São Paulo. A imprensa interessada na cobertura do tema poderá se inscrever.
 
UNICAA União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA – www.unica.com.br) é a entidade representativa das principais unidades produtoras de açúcar, etanol (álcool combustível) e bioeletricidade da região Centro-Sul do Brasil, principalmente do Estado de São Paulo. As usinas associadas à UNICA são responsáveis por mais de 50% da produção nacional de cana, 60% da produção de etanol e quase 70% da bioeletricidade ofertada para o Sistema Interligado Nacional (SIN). Na safra 2015/16, o Brasil produziu aproximadamente 667 milhões de toneladas de cana, matéria-prima utilizada para a produção de 33,8 milhões de toneladas de açúcar, 30,2 bilhões de litros de etanol e mais de 20 TWh para o SIN.