Copel Mercado Livre é uma das melhores empresa do país.

 

 

S

A subsidiária de comercialização da Copel foi reconhecida como a segunda melhor empresa do ramo de energia na edição 2020 do ranking Melhores e Maiores da revista Exame. A premiação foi anunciada na tarde desta quarta-feira (18) em evento virtual transmitido no portal da revista.

A Copel Mercado Livre (antiga Copel Energia) foi laureada pelo “sucesso nos negócios e pela disputa de mercado com os concorrentes”.

 

 

“É um reconhecimento especial, uma vez que somos uma empresa pública atuando em um mercado majoritariamente privado”, disse o presidente da Copel, Daniel Slaviero. “A nossa comercializadora tem trabalhado de forma eficiente para vender energia mais barata aos consumidores, incentivando o desenvolvimento sustentável da indústria e do país e gerando recursos para serem investidos no Paraná”, acrescenta.

 

 

A premiação é respaldada pelos números da subsidiária. Até setembro de 2020, a empresa comercializou 1,4 mil MWmédios, 41% a mais do que os 980 MWmédios vendidos em todo o ano de 2019. Além disso, até setembro de 2020, a receita operacional líquida da Copel Mercado Livre subiu 37%, quando comparada com o mesmo período de 2019, passando de R$ 1,3 bilhão para R$ 1,8 bilhão.

 

 

Esses resultados fizeram com que a empresa se tornasse a quarta maior comercializadora do país. “Em 2020 iniciamos um processo de reposicionamento da marca e da estratégia para melhorar a percepção dos nossos clientes em relação à nossa área de atuação”, esclarece o diretor geral da subsidiária, Franklin Miguel. “Também passamos a focar em consumidores finais, aumentando expressivamente a nossa carteira de consumidores. A receita com a venda de energia para os consumidores finais aumentou 66%, ao passo que a receita com venda para os demais agentes do setor (geradoras e comercializadoras) aumentou 21%”.

 

 

ATUAÇÃO DIVERSIFICADA – Para o futuro, a Copel Mercado Livre se prepara para atender a consumidores de energia de todos os segmentos. Para isso, a subsidiária está promovendo um processo de digitalização dos seus processos. A expectativa é que em 2021 a empresa seja 100% digital, facilitando a prestação de serviços aos consumidores finais.

 

 

“Já existe um cronograma de abertura do mercado livre aprovado pelo Ministério de Minas e Energia. Temos a certeza de que, em um futuro próximo, todos os consumidores, inclusive os residenciais, poderão escolher seu fornecedor de energia”, afirma o diretor.

 

 

A empresa também pretende diversificar sua atuação, entrando no mercado livre de gás natural, geração distribuída, certificados de energia renovável e eficiência energética. A ideia é ter uma carteira de produtos e serviços para todos os tipos de consumidores, dos pequenos aos grandes consumidores de energia elétrica e gás natural.

 

 

PRÊMIO EXAME – Criado em 1974, a premiação Melhores e Maiores da revista Exame chegou à edição deste ano em um formato totalmente digital e inédito, além de, pela primeira vez em 47 anos, ser aberta ao público.

 

 

As empresas que figuram nos rankings de Melhores e Maiores da revista neste ano empregam 3,6 milhões de pessoas e faturaram mais de R$ 4 trilhões em 2019.

 

 

A premiação foi concedida após a análise de dados de mais de 3 mil empresas que atuam no Brasil. As empresas que mais se destacaram nos 20 setores avaliados foram reconhecidas pelo sucesso na condução dos seus negócios e na disputa de mercado com as concorrentes.