Usina Coruripe migra ambientes do Data Center para Cloud, com apoio da Sky.One.

Mudança proporcionou garantia de alta disponibilidade, aumento de performance, mais segurança e escalabilidade nos processos

 

 

Com o objetivo de promover uma renovação tecnológica em sua Infraestrutura de T.I e em alinhamento com sua constante procura por evolução tecnológica, a Usina Coruripe – uma das principais produtoras brasileiras de açúcar, etanol e energia, acaba de realizar a migração de todo o seu Data Center tradicional para Cloud. O projeto foi conduzido pela Sky.One , startup de tecnologia especializada no desenvolvimento de plataformas que facilitam o uso da nuvem, e a mudança proporcionou garantia de alta disponibilidade, aumento de performance, segurança e escalabilidade nos processos da usina.

 

 

O Gerente de TI da Usina Coruripe, Helder Morais, enfatiza que a empresa busca investir constantemente em novas tecnologias com o objetivo de gerar maior flexibilidade e agilidade aos negócios. Segundo Morais, a decisão de migrar foi necessária, já que o modelo de contrato tradicional anterior não oferecia características que possibilitassem configurações mais flexíveis e tampouco elasticidade para crescer e diminuir a infraestrutura conforme a necessidade do negócio. “A migração para o Azure foi uma decisão estratégica e, neste mesmo contexto, encontramos na Sky.One o nível de maturidade, a expertise e a experiência exigidos para confiarmos todo o projeto e a sustentação de nossa infraestrutura “, esclarece.

 

 

O CEO da Sky.One, Ricardo Brandão, afirma que o projeto permitiu além do refresh tecnológico, o aumento de performance. “Nosso serviço Guru.Sky utiliza metodologias consagradas que envolvem o planejamento, o plano de ação, a migração e a sustentação do ambiente. Mesmo com um ambiente complexo como da Usina Coruripe, o projeto foi entregue em cinco meses. Nossa sustentação envolve gestão de SO, backup, monitoramento, network, segurança, suporte, gestão de mudança, DBA, SAP Basis e suporte ao Citrix. Este conjunto de serviços permite uma análise proativa dos indicadores de serviços, melhores práticas, efetividade de uso e ainda uma revisão da arquitetura e eficiência na gestão de custos”, detalha o executivo.

 

 

A escolha do Azure como foi conduzida dentro das diretrizes de serviços Multicloud que a Sky.One tem como princípio, onde acredita que as empresas devem consumir nuvens de acordo com a maturidade das suas aplicações, suas características, conformidades e custos que melhor se encaixam às suas necessidades.

 

 

Processo de migração para nuvem

 

 

Brandão ressalta que o início do processo ocorreu por meio de um assessment completo dos ambientes hospedados no Data Center, levantando a topologia da rede, requisitos técnicos de infraestrutura e sistemas, e dimensionamento dos recursos computacionais, para que o cronograma e plano de ação fossem elaborados juntamente com a Usina. “Em cada fase da migração tivemos a participação de vários especialistas com diferentes perfis (Sysadmin, DBA, Basis, Segurança, Network, DevOps) para garantir o cumprimento do cronograma. Por isso, a participação da área de TI, juntamente com os Key Users da Usina Coruripe, foi imprescindível para o sucesso do projeto”, conta.

 

 

O maior desafio de acordo com o Coordenador de Infraestrutura de TI, Ledir Malaquias, foi com relação ao curto prazo para a migração, uma vez que as operações da Usina são praticamente ininterruptas, em função do período de safra. Além disso, Malaquias destaca que a migração do banco de dados Oracle corporativo foi outra questão crítica, devido à quantidade de sistemas que ficariam inoperantes e que deveriam ser migrados simultaneamente ao banco de dados. “Todos os cenários possíveis foram explorados e ensaiados com a participação de ambas empresas trabalhando de maneira integrada. A Sky.One apresentou uma proposta diferente em relação aos fornecedores de soluções tradicionais que havíamos consultado anteriormente. A metodologia comercial simplificada e altamente flexível ajustou-se às nossas necessidades. Ademais, a qualidade técnica da equipe que trabalhou no pré-projeto trouxe confiança para a decisão desta contratação”, afirma.

 

 

Benefícios da nuvem

 

 

Malaquias explica que após a migração houve melhoras no desempenho de serviços por conta da configuração do hardware responsável pela virtualização do ambiente na nuvem. Além disso, a flexibilidade em realizar ajustes de capacidade nas configurações e agendamento de disponibilidade são outros benefícios de destaque, favoráveis à redução de custos prevista no projeto. Outro ganho imediato foi a troca dos sistemas operacionais AIX, para uma plataforma mais agnóstica, promovendo mais liberdade para migrações descomplicadas.

 

 

Para Malaquias, o projeto atendeu as expectativas o que diz respeito à disponibilidade, desempenho e financeiro. “Tivemos uma ótima experiência de relacionamento durante o planejamento do projeto e esta mesma motivação e alto senso de integração permaneceu até a entrega dos resultados. O cronograma e os custos planejados foram seguidos e cumpridos sem desvios e atrasos”, declara. Após a migração, a Sky.One continua realizando o suporte à Usina Coruripe por meio dos serviços Guru.Sky , garantindo assim gestão operacional e serviços consultivos através de métricas de indicadores, além de propostas constantes de melhorias, recomendações de Resize e melhores práticas em todo ciclo contratual.

 

 

Sobre a Sky.One

 

 

Somos uma empresa de tecnologia que oferece ao mercado de software diversas plataformas de serviços que transformam os seus sistemas de gestão, da evolução para a nuvem à expansão dos serviços, criando, cada vez mais, experiências inovadoras que aumentam o valor do seu sistema e a experiência do seu cliente. Fundada por empreendedores brasileiros em 2014, hoje, são mais de mil clientes no Brasil, América Latina, Europa e Estados Unidos, incluindo nomes como Hirota Supermercados, Philips do Brasil, Fundação Abrinq, entre outros. Além de acumular prêmios e selos como: o Top Startups Linkedin, GPTW, liderança em três quadrantes no ISG Provider Lens™, prêmios de inovação e selo Advanced AWS.

 

 

Sobre a Usina Coruripe

 

 

A Usina Coruripe, controlada pelo grupo Tércio Wanderley, com sede em Coruripe (AL) e fundada em 1925, é a maior empresa do setor sucroenergético no Norte/Nordeste. Está também entre os maiores grupos do setor em Minas Gerais e é uma das 10 maiores do Brasil. Com quatro unidades em Minas Gerais (em Iturama, Campo Florido, Carneirinho e Limeira do Oeste), uma em Alagoas (Coruripe) e um terminal ferroviário próprio em Fernandópolis (SP), a Usina Coruripe possui capacidade de moagem de 15 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, produz mais de 1 milhão de toneladas de açúcar, cerca de 500 milhões de litros de etanol, com capacidade de armazenagem de cerca da metade dessa produção, e comercializa energia renovável produzida a partir da queima de biomassa.