Simpósios:

A Tortuga, marca da DSM de suplementos nutricionais para bovinos, equídeos e pequenos ruminantes, marcou as etapas de Mato Grosso do Sul do Simpósio DSM de Confinamento para os dias 10 e 11 de abril, terça e quarta-feira, em Campo Grande e Naviraí, respectivamente. Realizados de abril a junho nas principais praças de pecuária do Brasil, os 11 eventos programados para este ano têm o desafio de levar informações técnicas e de mercado para 1,5 mil pecuaristas, consultores e confinadores, auxiliando-os principalmente no processo de planejamento antes de fechar os animais para a engorda com o máximo desempenho zootécnico e, consequentemente, os mais altos índices de produtividade e rentabilidade.
 
Além da equipe técnica da DSM, a programação dos simpósios inclui palestras com especialistas reconhecidos da pecuária brasileira. Entre eles, os professores Sergio De Zen e Thiago Bernardino Carvalho, do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade São Paulo (Cepea-Esalq/USP); o analista e consultor Rodrigo Albuquerque; Paulo Marcelo Amorim Dias e Carlos Alberto Simplício, da Gestão Agropecuária / Tecnologia e Gestão de Confinamento (GA / TGC); e o médico veterinário e confinador Nedson Rodrigues Pereira, da Fazenda Cachoeirão (Bandeirantes, MS) e cliente da DSM, entre outros.
 
Tecnologia comprovada no confinamento
Além de apresentar os cenários e os desafios que devem ser levados em consideração no planejamento do confinamento este ano, os participantes poderão conhecer os resultados da aplicação das tecnologias CRINA® e RumiStar™ incluídas nossuplementos da linha Fosbovi® Confinamento, da Tortuga. Para isso, os especialistas da companhia apresentarão o resultado dos três anos de realização do Tour DSM de Confinamento, que envolve a análise dos índices zootécnicos do gado engordado em vários confinamentos do País e que comprovou gerar, em média, uma arroba a mais por bovino confinado, além de encurtar o ciclo da pecuária. “Com o ganho adicional de uma arroba a mais por bovino, o pecuarista tem como resultado o equivalente a um animal a mais a cada 18 bovinos confinados”, contabiliza Marcos Baruselli, gerente de categoria Confinamento da DSM.
 
Mas, além do ganho de peso adicional, outros benefícios comprovados pela aplicação das tecnologias da marca na dieta dos bovinos confinados, citados por Baruselli, são: eficiência alimentar, sem registro de problemas digestivos, gastrointestinais ou timpanismo; rápida adaptação dos animais; menor taxa de refugo de cocho; aumento do consumo de ração desde os primeiros dias de confinamento; eficiência na digestão; e menor incidência de animais com laminites e acidose.
 
Serviço: Simpósios DSM de Confinamento 2018 (etapas em MS)
 
Etapa – Campo Grande (MS)
Data: 10 de abril, terça-feira, das 7h45 às 12h30
Local: Hotel Deville Prime
Endereço: Av. Mato Grosso, 4250 – Campo Grande – MS
 
Etapa – Naviraí (MS)
Data: 11 de abril, quarta-feira, das 7h45 às 12h30
Local: Arec-Copasul (Associação Recreativa Esportiva da Cooperativa Agrícola Sul Matogrossense)
Endereço: Avenida Campo Grande, 1.978, Naviraí (MS)