Senado aprova projeto que garante alimentação de alunos com aulas suspensas.

Segundo a CNA, proposta beneficia as famílias dos estudantes e os agricultores que participam do PNAE.

 

 

O Senado Federal aprovou na segunda (30) o Projeto de Lei 786/2020, que permite a distribuição de alimentos adquiridos pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) às famílias dos estudantes da rede pública, que tiveram as aulas suspensas por causa do coronavírus.

 

 

A proposta do deputado Hildo Rocha (MDB/MA) já havia sido aprovada virtualmente na quarta (25), pelo plenário da Câmara dos Deputados, e agora segue para sanção do presidente da República, Jair Bolsonaro.

 

 

De acordo com o superintendente técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Bruno Lucchi, a medida vai garantir a alimentação adequada aos alunos que estão sem ir às escolas, alem de evitar o desperdício da produção no campo neste período de calamidade pública, em razão da pandemia do Covid-19.

 

 

“O projeto beneficia os dois lados: as famílias dos estudantes que estão vulneráveis, pois perderam sua fonte de renda em função da quarentena e os agricultores, que precisam desse canal de comercialização para continuar produzindo com qualidade e levando alimento para a mesa do brasileiro”, disse.

 

 

Foto divulgação: FNDE