Produção Caseira:

Nessa quarta-feira (5), as dez alunas da oficina de “Produção Caseira de Produtos Fitoterápicos em Condimentares” receberam o certificado da capacitação diretamente das mãos da vice-governadora do Estado, Rose Modesto, e do diretor presidente da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), Enelvo Felini. A entrega foi promovida dentro do pavilhão do governo do Estado, na 79ª Expogrande, na Capital.
O curso está inserido nas atividades da Agraer dentro do espaço do Executivo Estadual. Uma cozinha com toda uma estrutura necessária foi montada para a execução da oficina. “É um momento para estarmos, ainda, mais próximos da população. Essa agenda foi para conhecer o trabalho que a Agência vem desenvolvendo com os produtores. Os ensinamentos sobre as plantas fitoterápicas serão de grande valia para essas pessoas que vivem na zona rural dos municípios”, disse a vice-governadora que também teve expediente no gabinete itinerante.
Shampoo de babosa, vinho medicinal, vinagre temperado, sal temperado e tintura digestiva ou calmante foram alguns dos produtos ensinados durante as 8 horas/aula de curso. “Na segunda e quarta-feira, eu participei do curso de compotas e conservas. Agora, fiz o curso de produtos com plantas e ervas. Tudo que a gente aprende é útil, porque nós já plantamos as coisas no sítio. Futuramente, a gente vai poder ser empreendedora no assentamento. Formar uma freguesia”, afirmou a agricultora do assentamento Estrela Campo Grande, Marta Chaves.
“A proposta da oficina foi unir o conceito de agroecologia, na geração de renda, às potencialidades das ervas medicinais, aromáticas e condimentares presentes nas hortas das pequenas propriedades rurais”, explicou o coordenador da Agraer regional de Dourados e ministrante do curso, Flávio Ferreira.
Expediente
Aproveitando o expediente da vice-governadora Rose Modesto, o diretor presidente da Agraer, Enelvo Felini, esteve reunido com a mesma para tratar sobre demandas da agricultura familiar. “A Rose também percorre os municípios, do interior do Estado, ouve as demandas da população e dos prefeitos. Sem dúvida, foi um momento oportuno para tratarmos sobre as ações do governo estadual quanto o repasse de patrulhas mecanizadas e outros insumos agrícolas”, pontuou.
Profissionalização
Dentro do pavilhão governamental já foram realizados outros dois cursos: “Derivados de Leite” e “Produção de Compotas e Conservas”. O primeiro com enfoque na produção de queijos, achocolatado, licor, iogurte e doce de leite. Já o segundo foi voltado para a fabricação de picles, geleias, pimentas em conserva e cerejas fantasias (bolinhas de mamão tingidas na cor da fruta original).
Na terça-feira (4), uma degustação foi promovida, no final da tarde, para o governador do Estado, Reinaldo Azambuja, acompanhado por sua comitiva de autoridades. Queijos e aperitivos de frutas e legumes foram postos sobre a mesa para apreciação do público presente. “É uma forma de mostrar ao governador o que a Agraer vem fazendo na prática para capacitar os produtores do Estado. São 32 mil famílias pelo nosso interior que utilizam as visitas técnicas nas propriedades, as elaborações de projetos para o Pronaf, os cursos profissionalizantes, o acesso às políticas públicas, entre outros serviços”, garantiu Felini.
Na oportunidade, também foram entregues kits aos agricultores familiares que participaram da oficina de conservas. Entre as autoridades também estavam presentes os secretários de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Ridel e de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck.