Posse:

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, diretores da entidade e presidentes de Federações participaram da posse da nova diretoria daFrente Parlamentar da Agropecuária (FPA) na terça (20), em Brasília.
 
A FPA será comandada pela deputada federal Tereza Cristina (DEM/MS), que assume o cargo no lugar do deputado federal Nilson Leitão (PSDB/MT). Considerada um dos grupos políticos mais atuantes dentro do Congresso Nacional, a FPA é composta por, aproximadamente, 250 parlamentares, entre deputados federais e senadores.
 
“O Nilson fez uma excelente gestão e conseguiu dar uma outra visão nas discussões da FPA. A Tereza estava muito próxima a ele e eu acredito que ela também fará um excelente trabalho. A CNA tem obrigação de dar todo apoio possível para ajudá-la”, afirmou João Martins durante a solenidade.
 
No seu discurso de posse, Tereza Cristina ressaltou que durante a sua gestão pretende discutir políticas públicas mais eficientes para o desenvolvimento do agro, especialmente para a obtenção de financiamento à produção agrícola. A deputada também afirmou que trabalhará pela modernização das leis vigentes para garantir segurança jurídica e competitividade ao setor e que espera contar com o apoio de entidades representativas, como a CNA.
 
“A CNA sempre foi parceria da FPA. Hoje, nós precisamos contar com toda a representatividade do agronegócio e a CNA é a principal entidade que tem essa representatividade. Não terei dificuldade nenhuma em discutir com a CNA todos os processos e os problemas que afligem o setor”, afirmou ela.
 
A cerimônia também contou com a presença do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun, do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, além de autoridades políticas e lideranças do setor. 
 
Currículo – Tereza Cristina é deputada federal pelo estado de Mato Grosso do Sul em seu primeiro mandato e foi vice-presidente da FPA em 2017. Formada em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Viçosa, ela foi secretária de Desenvolvimento Agrário, Produção, Indústria, Comércio e Turismo do Mato Grosso do Sul, de 2007 a 2014.
 
 
Também atuou como executiva de empresas do setor de alimentos em São Paulo e participou da Diretoria da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), da Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso do Sul (Aprosul), da Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul), e dos sindicatos rurais de Sonora, Terenos e Campo Grande.