Mato Grosso do Sul:

Policiais Militares Ambientais de Corumbá receberam denúncia, de que uma pessoa estaria comercializando pescado irregularmente e autuaram ontem (24) à tarde, um pescador profissional, de 58 anos, por comercializar produto da pesca predatória. A PMA encontrou na residência do pescador no bairro Maria Leite, 32 kg de pescado das espécies pintado e cachara, sendo vários exemplares abaixo da medida permitida para captura.
O infrator alegou que capturara os peixes no rio Paraguai, e que os exemplares estavam morrendo em razão da decoada. Os 32 kg de pescado foram apreendidos.
O infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 1.340,000. Ele também responderá por crime ambiental. A pena para este crime é de um a três anos de prisão. O pescado será doado para instituição filantrópica, depois de ser periciado.