Lançamento:

A partir da Show Rural Coopavel 2017, a Massey Ferguson, referência no desenvolvimento de máquinas agrícolas, apresenta a nova geração do Pulverizador MF9130 Plus com motor eletrônico IEGR (Sistema de Recirculação de Gases de Escape Interno – tradução do inglês para o português). O novo equipamento atende à regulamentação MAR-I, controlando a emissão de monóxido de carbono (CO), material particulado (MP), hidrocarboneto (HC) e nitrogênio (NOX). Isso significa que, além de atender à nova lei, o pulverizador da Massey Ferguson passa a contar com a melhor tecnologia disponível no mercado, cujo diferencial é a otimização do controle de emissões, garantindo alto desempenho, baixo consumo de combustível e disponibilidade da máquina. 
 
A nova versão do Pulverizador MF9130 Plus mantém as principais características que consagraram o produto, tais como potência de 200 cv; chassi flexível, tração 4×4, piloto automático, telemetria, sistema End Cap na pulverização, tubulação de pulverização em aço inoxidável e vão livre de 1,65m – um dos maiores vão-livre do segmento. A novidade é que, com a reformulação, a máquina começa a ser produzida com design global, ou seja, adota o mesmo desenho dos tratores fabricados pela AGCO Europa e Brasil. Entretanto, o grande diferencial é o novo motor eletrônico IEGR, que facilita o controle de operação e manutenção, permitindo, assim, mais disponibilidade de máquina para o trabalho em campo.
 
“O pulverizador é a máquina que mais trabalha durante a safra, porque entra diversas vezes na lavoura para realizar as aplicações necessárias. É também a que mais ajuda o produtor rural a manter o máximo de potencial produtivo da cultura. Por isso, o agricultor precisa de um equipamento que seja robusto, confiável e que esteja disponível para trabalhar no “timing” certo de cada aplicação, pois atrasos na aplicação impactam, consequentemente, em perda de produtividade e em mais custos. E nenhum produtor quer viver este tipo de situação. Nosso produto atende às necessidades dos agricultores plenamente: é avançado tecnologicamente, possui ótimo rendimento diário e é o mais econômico em sua categoria”, explica Vitor Kaminski, supervisor Marketing Produto Pulverizadores da AGCO.
 
Outras inovações do MF9130 Plus:
 
– Pulverização mais eficiente: o novo sistema End Cap não permite que fique pressão residual na tubulação de pulverização, mantendo-a completamente cheia de defensivo. A pulverização realizada pelo MF9130 Plus é mais uniforme e de melhor qualidade. Outra característica importante deste sistema é a melhora no tempo de resposta no acionamento e desligamento das seções de pulverização, evitando assim o desperdício de defensivo.
 
– Melhor desempenho em rampas: aliado ao já consagrado sistema de chassis flexível, eixos independentes em relação ao chassi, suspensão pneumática ativa e transmissão hidrostática 4×4 cruzada, o MF9130 Plus tem agora grande capacidade para trabalhos em terrenos mais íngremes, pois o novo redutor com maior torque garante uma capacidade de rampa de 28%. Com essa novidade, o pulverizador da Massey Ferguson é indicado para trabalhar nas diversas regiões produtoras do Brasil, com diferentes tipos de terrenos e topografia.
 
– Mais ergonomia: a fim de aumentar o conforto operacional e reduzir a fadiga do operador, o MF9130 Plus possui banco pneumático com apoio de braço e comandos ergonomicamente distribuídos, características que propiciam maior rendimento operacional.
 
– Agilidade na limpeza e manutenções diárias: as novas saídas de ar comprimido (uma dentro da cabine e outra na lateral esquerda da máquina junto da estação de recarga) facilitam os processos de limpeza e da manutenção diária da máquina. O novo sistema de filtragem das barras de pulverização assegura um ganho de rendimento operacional no procedimento de limpeza dos filtros em cerca de 60%, aumentando, assim, a disponibilidade do equipamento em campo.
 
– Mais segurança: os operadores e técnicos que reabastecerem o pulverizador MF9130 Plus têm acesso a um tanque de água limpa independente. Com capacidade para 40 litros e sem contato com qualquer outra tubulação da máquina, este tanque tem ligação direta com a torneira localizada ao lado esquerdo do pulverizador. Além disso, a nova válvula de alívio do sistema de pulverização também propicia mais segurança durante as aplicações. Caso ocorra um aumento excessivo da pressão de pulverização durante o trabalho, a válvula entrará em funcionamento para proteger os demais componentes do sistema.
 
– Mais precisão: o sistema de nivelamento automático das barras de pulverização do MF9130 Plus possui agora mais um sensor para cada barra, totalizando agora dois sensores em cada um dos lados das barras e um no quadro central, melhorando, assim, a qualidade da informação. Com cinco pontos fazendo a leitura do terreno, os ajustes de altura da barra do pulverizador são mais uniformes e precisos. Ou seja, a performance do equipamento é melhor, principalmente em terrenos irregulares e até mesmo em áreas com curvas de nível.
 
– Facilidade na operação e na manutenção: a nova bomba pneumática do MF9130 Plus garante maior rendimento operacional e autonomia para realização da lavagem dos frascos de defensivos (etapa obrigatória por lei durante o processo de aplicação de defensivos). Com este novo processo, utiliza-se um volume de água 12 vezes menor que o sistema anterior. Além disso, a nova tubulação de pulverização e seus novos suportes em aço inoxidável asseguram maior vida útil ao equipamento, já que, por ser altamente resistente a corrosão, o aço inox não é danificado pelo contato com os defensivos químicos, proporcionando menor custo de manutenção e menos paradas durante o período de aplicação. As novas abraçadeiras de engate rápido, presentes em diversos pontos da tubulação, agilizam as manutenções e os processos de limpeza, além de melhorar a capacidade de vedação. Outra novidade é o aumento da capacidade do acumulador do quadro central, que melhora a absorção de impactos durante o transporte e trabalho do pulverizador, o que garantirá maior vida útil aos componentes do quadro central e das barras. Outro destaque é a ampliação do comprimento da mangueira de entrada da bomba de recarga para que ela fique mais próxima do fundo do tanque de produto, evitando a formação excessiva de espuma na calda de pulverização.