Importação de fertilizantes cresce no Paraná e reflete em melhorias das operações portuárias.

 

 

A movimentação de fertilizantes teve alta de aproximadamente 6% no Porto de Paranaguá (PR), entre os meses de janeiro a julho, se comparado ao mesmo período do ano passado. Foram 5,5 milhões de toneladas importadas. Os granéis sólidos representam mais de 66% da movimentação pelos portos de Paranaguá e Antonina, sendo o segmento com maior alta entre as 33,3 milhões de toneladas de cargas que passaram pelos portos paranaenses. Os resultados refletem o cenário positivo que vive o agronegócio brasileiro, mesmo em um momento em que a economia foi afetada mundialmente devido à pandemia.

 

 

Com mais de três décadas atuando no segmento portuário e logístico, a Fortesolo vem otimizando suas atividades e acompanhando os bons resultados dos portos paranaenses. A empresa realiza operações portuárias especializadas e armazenamento de fertilizantes. “Estes produtos são de grande importância para o agronegócio no país, gerando desenvolvimento em grande escala. Fato que oportuniza novos investimentos para atender mais e melhor os nossos clientes”, destaca o fundador da empresa, Valdecio Bombonatto.

 

 

Este ano, a Fortesolo já investiu em equipamentos para a melhoria da sua infraestrutura. “Adquirimos novas balanças rodoviárias de 30 metros, pás carregadeiras, gerador e funis para a operação portuária. Esses equipamentos são essenciais para agilidade e qualidade do nosso trabalho”, pontua o diretor-presidente, Marco Antonio Ghidini.

 

 

Ghidini anuncia, ainda para este ano, a ampliação da capacidade estática de armazenagem e a construção de uma nova sede administrativa. “O aumento previsto está próximo a 30 mil toneladas, o que significa chegarmos a casa de 20% de aumento em nossa capacidade atual. Esta ampliação visa fortalecer as operações e recepcionar novos clientes”, finaliza.