Homenagem:

Diversos executivos do setor sucroenergético nacional estão entre as lideranças empresariais, religiosas e políticas homenageadas com a Ordem do Mérito do Anhanguera, a mais alta honraria goiana.
Entre as lideranças agraciadas na indústria canavieira com o título comendador grau Grande-Oficial, quatro fazem parte da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA).A presidente da entidade, Elizabeth Farina, o presidente do Conselho Deliberativo, Pedro Mizutani, e os diretores Técnico e Executivo, Antonio de Padua Rodrigues e Eduardo Leão de Sousa, respectivamente, receberam a comenda durante solenidade comandada pelo governador Marconi Perillo, nesta terça-feira (25/07), em comemoração aos 290 anos de fundação da cidade de Goiás, a primeira capital do Estado.A Ordem do Mérito do Anhanguera foi criada em 1975 com a finalidade de agraciar pessoas por seus relevantes serviços prestados ao Estado de Goiás.
E(Esq. p/ di.) José Vitti, presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, e Antonio de Padua
No segmento da cana, além das distinções conferidas aos representantes da UNICA, destacam-se as que foram entregues ao presidente do Sindicato da Indústria da Fabricação do Álcool do Estado de Mato Grosso do Sul (Biosul), Roberto Hollanda; o presidente da Associação das Indústrias Sucroenergéticas do Estado de Minas Gerais (Siamig), Mário Campos; o presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Pernambuco (Sindaçúcar /PE), Renato Cunha; e o presidente Executivo da União dos Produtores de Bioenergia (Udop), Antonio Cesar Salibe.Goiás é atualmente o segundo maior produtor de cana-de-açúcar no Brasil. Ocupando uma posição relevante no ranking liderado por São Paulo, os canaviais goianos produziram, na safra passada (2016/2017), mais de 67 milhões de toneladas de cana. O volume foi convertido em mais de 2,10 milhões de toneladas de açúcar e 4,31 bilhões de litros de etanol (anidro e hidratado).
Pedro Mizutani (dir.) com o ministro da Saúde, Ricardo Barros 
Além de prestigiar o meio empresarial, a comenda do Anhanguera também foi concedida a quatro ministros, nove embaixadores, seis governadores, um deputado e um desembargador.