Governo do Mato Grosso do Sul congela pauta fiscal da gasolina para tentar conter reajustes

 

 

 

 

Os recentes aumentos nos preços da gasolina e do óleo diesel, autorizados pela Petrobras, levou proprietários de postos de combustíveis a elevar, também, os valores praticados na comercialização do etanol, e o consumidor ficou sem para onde correr.

 

 

Imediatamente, o Governo do Estado tomou algumas medidas para amenizar e até conter os possíveis abusos, dentre elas o congelamento da pauta fiscal estadual da gasolina por, pelo menos, 15 dias. O secretário de governo e gestão estratégica, Sérgio Murilo explicou que após os 15 dias o governo volta a avaliar os reflexos da medida.

 

 

Murilo explicou que também foi determinado ao Procon/MS o monitoramento, junto aos postos, do cumprimento da medida.

 

 

Edson Lazarotto, presidente do Simpetro, enalteceu o tempo recorde em que o Governo atendeu a solicitação de congelamento da pautal do combustível.

 

 

No dia 18 deste mês, a Petrobras autorizou o aumento do preço do litro da gasolina e do óleo diesel em suas refinarias, ficando R$ 0,23 e R$ 0,34 mais caros.

 

 

Katiuscia Fernandes – Subcom

Foto Edemir Rodriguez