Fiems inicia distribuição de 50 mil máscaras no centro e nos bairros de Campo Grande

 

 

Em continuidade às ações da campanha “Se Puder Fique em Casa, Se For Sair Use Máscara”, o Sistema Fiems, por meio do Sesi e Senai, iniciou, nesta quinta-feira (23/07), um mutirão de distribuição de 50 mil máscaras de tecido no centro e nos bairros de Campo Grande (MS). O trabalho segue até esta sexta-feira (24/07), sempre das 9 às 17 horas, e um carro de som está circulando no entorno dos pontos de distribuição para informar a população sobre onde retirar a máscara.

 

 

No entanto, a relação dos locais onde estão sendo entregues as máscaras nesta quinta-feira (23/07) e serão entregues na sexta-feira (24/07) está no link https://www.aindustriacontinua.com.br/public/links/local_distribuicao.pdf. Com essa ação, o Sistema Fiems chega mais perto de cumprir a meta de levar 500 mil máscaras gratuitamente à população do Estado, pois, até agora, já foram 330 mil máscaras distribuídas, 70 mil delas somente na Capital e 260 mil nos municípios onde há maior índice de casos de Covid-19.

 

 

Para o presidente da Fiems, Sérgio Longen, a retomada na distribuição de máscaras para a população de Campo Grande é em razão do aumento do número de casos de Covid-19 na cidade. “Essa é a forma que a iniciativa privada encontrou para auxiliar o poder público e a população a superar este momento de crise na saúde e econômica. Nas questões que envolvem a saúde do trabalhador e da população em geral, segundo informações técnicas de médicos e pesquisadores, a máscara é a medida mais eficaz para proteger a sociedade da proliferação da Covid-19. Nós temos atuado fortemente nessa questão e estamos com uma ação desenvolvida em vários municípios”, disse.

 

 

“As ações do Sistema Fiems de auxílio ao combate da pandemia do novo coronavírus tiveram início na indústria do Estado, passando pelo suporte aos municípios e, agora, estamos atuando diretamente junto à população. Além da distribuição das máscaras, a equipe do Sistema Indústria conscientiza as pessoas sobre a importância do uso da máscara como uma importante barreira de contenção das partículas que proliferam o vírus e distribui panfletos contendo orientações sobre o uso de álcool gel e higienização correta das mãos”, completou o gerente de Saúde e Segurança do Trabalho do Sesi, Michel Klaime Filho, que foi pessoalmente acompanhar o primeiro dia da ação e distribuir as máscaras.

 

 

A unidade móvel de distribuição gratuita das máscaras chegou cedo ao Centro da Capital, na Rua 14 de julho, entre a Avenida Afonso Pena e Rua Barão do Rio Branco, e atraiu populares que passavam pela região. “Acho muito bom ganhar uma máscara porque, se for usar corretamente, conforme estão orientando a gente, precisa ter várias por dia”, afirmou a vendedora Ana Maria Garcia, que trabalha no comércio e aproveitou para pegar uma máscara.

 

 

O aposentado Antônio Carlos Nogueira Silva contou que vai ao Centro somente quando precisa pagar contas e sempre de máscara. “Tenho usado sempre e quanto mais máscara tiver, melhor. É bom também para entregar para a família que vem em casa para eu ver os netos”, afirmou.

 

 

A ação de distribuição também ocorreu de forma simultânea em outros seis bairros da Capital: Parque Lageado, Universitário, Vila Popular, Tarumã, Jardim Noroeste e Nova Lima. “Sempre que preciso sair de casa uso de máscara. Quando vou ao mercado ou farmácia. É muito bom ganhar mais máscaras”, disse a dona de casa Marlúcia Alves.