Fiems Atuante:

Na abertura do Mês da Indústria, realizada na noite desta segunda-feira (08/05), no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, lançou, na presença do governador Reinaldo Azambuja, demais autoridades e empresários de Mato Grosso do Sul, o Programa Fiems Atuante, que visa levar qualificação profissional e atendimento médico-odontológico aos municípios do Estado, e fez um balanço dos dez anos de gestão à frente do Sistema Indústria no Estado.
 
“Hoje, a Fiems tem ações implantadas em praticamente todos os 79 municípios do Estado e estamos convictos de que avançamos naquilo que é fundamental para o crescimento: a geração de empregos por meio da força da indústria”, avaliou Longen, explicando que o Fiems Atuante se trata de um produto inovador que usará a estrutura do Senai para direcionar as ações de qualificação profissional de acordo com a demanda das regiões dos municípios, além de levar atendimento médico-odontológico, ginecológico e oftalmológico e proporcionar inclusão digital, por meio de unidades móveis do Sesi. “A estrutura dos cursos e atendimentos gratuitos do Sesi e Senai envolverão 100 salas de aula móveis”, reforçou.
 
O presidente da Fiems acrescentou ainda que os empresários do Estado contam com grandes ferramentas para crescer, como o FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) e os incentivos fiscais. “Porém, não podemos ficar reféns desses mecanismos, até porque, a longo prazo, eles não poderão se manter. Então, precisamos de novos produtos, novas forma de interlocução com os municípios e, com um modelo diferenciado, vamos conseguir levar para os bairros das cidades sul-mato-grossenses os cursos de qualificação mais procurados, gerando emprego, renda e desenvolvimento”, disse.
 
Ao falar sobre os dez anos como presidente da Fiems, entre 2007 e 2017, Longen destacou os investimentos de mais de R$ 370 milhões na modernização, ampliação e construção de unidades do Sistema Indústria no Estado. “Se considerarmos o investimento em pessoal, adequação de espaços e colaboradores, chegamos facilmente aos R$ 500 milhões em investimentos. Fizemos o nosso melhor, junto a nossa diretoria, com apoio do nosso Governo do Estado, pela indústria de Mato Grosso do Sul”, finalizou.
 
Governador

 
Após a apresentação do presidente Sérgio Longen, o governador Reinaldo Azambuja deu início a um bate-papo com os empresários presentes, abordando as ações de seu mandato e a importância da indústria para o desenvolvimento e geração de emprego e renda para os sul-mato-grossenses. Ele avaliou que o fato de Mato Grosso do Sul ter sido o único Estado a registrar um saldo positivo na geração de empregos é resultado de uma sequência de ações do poder público em conjunto com o setor privado, como a Fiems.
 
“O Sérgio está há dez anos à frente da Fiems com inúmeras ações em benefício do setor, mas também para a sociedade como um todo, com a qualificação e formação profissional, que gera mais oportunidades no mercado de trabalho, respeitando a aptidão e vocação de cada município, essa tem sido a tônica do mandato dele. Ao fixar o trabalhador, isso agrega valor e gera cada vez mais emprego”, emendou o governador.
 
Reinaldo Azambuja ressaltou também a necessidade de discussão das reformas estruturantes, como a trabalhista e a previdenciária, para retomada do crescimento do País. “As reformas representam avanços. Muitas vezes, nós perdemos na guerra da ‘comunicação’. Muito se ouve sobre as reformas, mas acho que cada um deveria ter um tempo para se inteirar sobre o que realmente tratam. Porque pergunto qual direito foi retirado do trabalhador brasileiro. Nenhum direito. Estão todos ali, assegurados na Constituição”, avaliou.
 
Repercussão
 
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Junior Mochi, declarou que o balanço apresentado sobre os dez anos de Longen à frente da Fiems demonstram a contribuição da entidade no avanço da indústria sul-mato-grossense. “A Fiems tem sido âncora, fazendo a interlocução com o Estado para atrair novos investimentos e oportunidades e, acima de tudo, dar suporte, na qualificação profissional, apoio logístico e contribuindo com o processo de industrialização, evolução da matriz econômica do Estado e geração de empregos”, afirmou.
 
Representando os 13 prefeitos sul-mato-grossenses presentes ao evento, o chefe do Executivo de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro, analisou que a Fiems facilita e incentiva a instalação de empreendimentos nos 79 municípios do Estado. “A meu ver, o sucesso que temos na industrialização do nosso Estado, a Fiems é uma das grandes responsáveis, no incentivo, na capacitação. É natural que o empresário procure uma cidade polo, mas a Fiems faz a ponte entre esses investidores e gestores dos municípios”, disse.
 
Também participaram da abertura do Mês da Indústria, o presidente do TRT/MS (Tribunal Regional do Trabalho em Mato Grosso do Sul), desembargador do trabalho João de Deus, os secretários estaduais Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica) e Márcio Monteiro (Fazenda), além de vereadores e 13 prefeitos.