Fenasucro 2020: hackathon internacional inédito no setor de bioenergia acontecerá durante o evento com 20 equipes.

O “Canathon” envolverá gênios de diversas áreas por três dias na busca de soluções sustentáveis e inovadoras para as demandas do setor, que serão apresentadas ao final da maratona.

 

 

A FENASUCRO 2020 será o palco do primeiro hackathon internacional voltado para o setor de bioenergia. A ação chamada de CANATHON acontecerá por 3 dias consecutivos durante a feira, envolvendo até 20 equipes que buscarão soluções sustentáveis e inovadoras para as demandas apresentadas pelas empresas do setor.

Os organizadores do evento destacam que a proposta é estimular a busca por projetos que promovam o melhor aproveitamento e eficiência da bioenergia.  “A FENASUCRO é a maior feira de BIONERGIA do mundo, por isto, sempre buscamos conceitos, discussões e soluções inéditas que possam ser aplicadas na prática e impactar o setor. O Canathon é uma inovação que temos certeza trará projetos efetivos neste sentido”, afirma Paulo Montabone, diretor da FENASUCRO.

Paulo Montabone, diretor da FENASUCRO.

Em um espaço que será construído dentro do evento, os estudiosos, cientistas e empreendedores selecionados se reunirão em três dias (num Hackaton, normalmente não há intervalo nem para o descanso noturno) para criar novas ideias e apresentar para o mercado e investidores. 

 

 

O Canathon será realizado em parceria com a Think Lab Brasil.

 

 

Ouvir, Pensar, Agir: as etapas do Canathon começam nas usinas e terminam na Fenasucro

Primeiro, o  Canathon “ouvirá” as usinas e empresas do setor. “A primeira etapa é exatamente consultar o mercado e as empresas de bioenergia sobre quais são suas principais demandas que precisam ser solucionadas de forma estratégica”, explica Marcos Eduardo de Oliveira, da Think Lab Brasil.

Após a consulta serão abertas as inscrições para profissionais e grupos interessados do mundo inteiro, que passarão por uma seleção. Durante o “confinamento”, que acontecerá dentro da própria feira, entre os dias 19 e 21 de agosto, os participantes trabalharão dia e noite em busca de solucionar os desafios propostos, com direito a dinâmica e intervenções.

“Vamos reunir pessoas do Brasil e do exterior que, em uma atividade colaborativa e com uma mentalidade nova, irão sugerir soluções, que serão apresentadas para uma banca formada por especialistas do mercado”, explica Oliveira.

Por meio do Canathon, a FENASUCRO busca expandir o potencial estratégico do setor de bioenergia promovendo a aproximação de desenvolvedores de novas tecnologias. “Esse será o primeiro evento a fazer a ponte entre o setor de bioenergia e as inovações de grupos ligados ao mercado financeiro e de tecnologia. Essa experiência representa uma oportunidade de desenvolvimento estratégico para esse mercado em expansão”, afirma Paulo Victor da Silva, da Think Lab Brasil.

 

 

Experiências

A FENASUCRO é o único evento da América Latina a reunir inovações e conteúdo de alto nível técnico voltados para as indústrias alimentos e bebidas, papel e celulose, biodiesel, usinas de etanol/açúcar, usinas de etanol de milho, distribuidora e comercializadora de energia agrícola.

Realizada pelo CEISE Br (Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis) e organizada pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, que possui a expertise de 18 feiras em oito países, tem como principal característica ser a facilitadora da interação entre empresas, governos, universidades e sociedade civil, fomentando a geração de novos negócios, disseminando conteúdo e conhecimento técnico e aproximando comunidades. 

Assim, além do “Canathon”, a FENASUCRO contará com painéis, palestras, mesas de debates e demonstrações técnicas permitindo um ambiente de negócios favoráveis para um networking qualificado, troca de experiências e aperfeiçoamento profissional.

 

 

Em 2020, a FENASUCRO acontecerá entre os dias 18 e 21 de agosto, em Sertãozinho (SP).