Etanol: anidro e hidratado fecham em alta; Indicador Paulínia rompe barreira de R$ 2 mil o m³.

 

 

Os etanóis anidro e hidratado fecharam valorizados na última semana pelo indicador do Cepea — Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Esalq/USP. A maior alta ocorreu no anidro, usado na mistura com a gasolina, que fechou em R$ 2,2226 o litro na semana de 5 a 9 de outubro, contra R$ 2,1706 o litro da semana anterior, valorização de 2,40% no comparativo entre as semanas.

 

 

Já o hidratado, usado nos carros flex ou originalmente a álcool, fechou cotado em R$ 1,8945 o litro na última semana, contra R$ 1,8642 da semana de 28 de setembro a 2 de outubro, alta de 1,63% no comparativo entre os períodos.

 

 

Etanol diário

 

 

Na última sexta-feira (9) o Indicador Diário Paulínia para o etanol hidratado rompeu a barreira dos 2 mil reais o metro cúbico. Desde 11 de março que o indicador não era comercializado acima deste patamar.

O metro cúbico do etanol hidratado foi vendido na sexta-feira em R$ 2.009,00, contra R$ 1.955,00 o m³ da véspera, alta de 2,76% no comparativo entre os dois dias. Ontem o indicador não funcionou devido ao feriado nacional no Brasil.

 

 

Rogério Mian

Fonte: Reuters