Especialista ensina a empresários lições para aumentar a produtividade em tempos de crise.

Voltada para empresários e diretores de empresas industriais, a Fiems (Federação Industrial de Mato Grosso do Sul) promoveu, na noite de ontem (12/12), na Incubadora Sindical, em Campo Grande (MS), a palestra “Sucesso na Crise: Aumento da Produtividade, Fazendo Mais com Menos”, ministrada pelo instrutor da CNI (Confederação Nacional da Indústria), Marcos Yoshikazu Kawagoe. Ele abordou a importância de preparar os empresários para momentos de crise.

“Além das ideias e ações concretas, abordei como as empresas podem melhorar a produtividade. São quatro formas: a primeira são os processos, a empresa tem que ser eficiente em todos os processos, não somente os fabris, mas sim os processos administrativos, financeiros, RH e TI. O segundo ponto é mexer com a cultura da empresa, propiciando uma cultura que possibilite mudanças, porque as vezes a cultura da empresa inibi as pessoas de propor ideias, de fazer mudanças e continua se fazendo a mesma coisa. O terceiro são as pessoas, que devem ser desenvolvidas. E, por fim, a liderança, que tem que ser capacitada”, disse o especialista.

Durante a palestra, Marcos Yoshikazu Kawagoe explicou a respeito da Lean, uma filosofia de gestão inspirada em práticas e resultados do Sistema Toyota que foi criada na década de 60, inicialmente na indústria automobilística. “A Lean tem como finalidade transformar realidades gerenciais, otimizar resultados e melhorar o aproveitamento do potencial humano. Se a liderança não estiver do seu lado, pode até boicotar as mudanças. Então, ela tem que ser preparada para auxiliar a implantar as novidades”, pontuou.

Há 36 anos no mercado, no ramo industrial de pré-moldados, o empresário Fábio Henrique da Costa de Souza afirma que a palestra traz novos conhecimentos e ressalta a necessidade de se atualizar. “Nessas oportunidades, você tem contato com outras empresas, então é muito bom para o network e, principalmente, descobre novos caminhos. Sempre procuro participar porque é aprendo novos jeitos de se trabalhar e conheço novos clientes ou novos fornecedores”, disse.

Segundo Vânia Mary, assessora sindical da Fiems, o evento busca fortalecer o associativismo. “Procuramos temas atualizados, variados e de interesse dos empresários”, destacou, completando que o evento faz parte do projeto “Diálogos da Indústria”, que integra o PDA (Programa de Desenvolvimento do Associativismo).

Ela acrescenta que o objetivo é apresentar aos empresários que é possível promover o aumento de produtividade internamente em suas organizações. “Os Diálogos da Indústria buscam promover o debate sobre as dificuldades enfrentadas pelas indústrias e sobre as possibilidades de atuação empresarial coletiva com vistas a mitigar problemas relacionados aos fatores-chave do Mapa Estratégico da Indústria 2018-2022, elaborado pela CNI com a contribuição de líderes empresariais, acadêmicos e, federações estaduais e associações setoriais de indústrias”, finalizou.