Eleições:

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, afirmou nesta quinta-feira que planeja municipalizar a Cide, contribuição cobrada sobre combustíveis, para que sirva de fonte de financiamento para transporte público municipal.
Haddad, que passou o dia no Rio Grande do Sul, comentou o aumento da tarifa do Trensurb, que liga algumas cidades da região metropolitana de Porto Alegre, enquanto usava o transporte entre Canoas e a capital gaúcha. A tarifa foi reajustada em 95 por cento, para 3,30 reais, depois de 10 anos sem aumento.
“Esse dinheiro (Cide) vai todo para governo federal e estadual. Como o município vai subsidiar a tarifa se não tem fonte de renda? Hoje prefeitos não têm fonte, então o transporte municipal não tem financiamento”, disse o candidato.
A Cide arrecada hoje 0,10 centavos a cada litro de gasolina e 0,05 no litro do diesel.
Mais cedo, em entrevista em Caxias do Sul, primeira cidade gaúcha em que esteve, Haddad foi questionado sobre seu crescimento nas pesquisas e a possibilidade de atrair partidos do centrão para sua base em um eventual segundo turno. Garantiu que não há conversas ainda sobre isso.
“Não fica bem, não é elegante, vamos continuar a trabalhar. Temos até o dia 7 para eleição”, afirmou.
 
 
Lisandra Paraguassu
Nova Cana