Crédito da folha salarial: CEISE Br apoia parecer à MP 944/2020

O deputado federal Zé Vitor, relator da Medida Provisória 944/2020 – que instituiu o Programa Emergencial de Suporte a Empregos, destinado a operações de crédito às empresas para pagamento da folha salarial, propôs alterações que aguardam aprovação da Câmara e, posteriormente, do Senado.

 

 

No parecer, o teto de faturamento anual passa de R$ 10 milhões para R$ 50 milhões. Outras mudanças são a validade da medida, ampliando de dois meses para quatro meses, e a possibilidade de usar o crédito para quitação de dívidas de acordos trabalhistas, limitadas a R$ 15 mil por colaborador.

 

 

“Nós esperamos sensibilidade da Câmara e do Senado para aprovação dessas medidas, bem como para dar seguimento a outros programas de financiamento já criados, mas que, até agora, foram ineficientes. Grande parte dos empresários, devido ao excesso de burocracia e exigências, não conseguiu acessar nenhuma linha de crédito e corre o sério risco de sucumbir diante desta crise.

 

 

Nós precisamos urgente de ações efetivas que garantam a sobrevivência da indústria e a manutenção dos empregos”, declara o presidente do CEISE Br, Luis Carlos Júnior Jorge.