Controle biológico em cana-de-açúcar movimenta cerca de R$200 milhões no país, segundo estimativa da Agrivalle.

 

 

A cana-de-açúcar é a segunda cultura de maior adoção de microrganismos biológicos no Brasil e, segundo estimativa realizada pela Agrivalle, companhia recentemente investida pela gestora de recursos Tarpon | 10b, movimenta cerca de R$ 200 milhões no país. De acordo com Fernando Sousa, Gerente de Marketing da Agrivalle, os segmentos mais representativos são os de bio-inseticidas, que representam aproximadamente 70% deste setor.

 

 

E pela importância que o controle biológico possui na cultura de cana-de-açúcar, entre os dias 05 e 09 de outubro, às 19h, a Agrivalle patrocinará a 2ª Maratona Canabio. Promovido pela ProCana Brasil, o evento fornecerá conteúdo de relevância sobre novidades do mercado de manejo biológico, que cresce principalmente nas áreas canavieiras. Os interessados podem se inscrever pelo link: www.canabio.com.br.

 

 

Segundo Sousa, a cana-de-açúcar está entre as culturas mais representativas do faturamento da companhia. “Para nós é gratificante poder participar de um evento que promove a difusão deste tipo de tecnologia. Segundo nosso levantamento, a adoção desta solução ainda não supera 20% do total da área plantada. Portanto, temos um longo caminho pela frente”, finaliza.

 

 

Foto divulgação: DroneShow