Confiança:

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, afirmou que o excelente resultado do Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária, no 1º trimestre de 2017, é importante para o setor e mostra que “o produtor rural continua a acreditar na atividade, mesmo com a turbulência política e econômica que o País atravessa”.
Com alta de 13,4% no trimestre em comparação com os três meses anteriores, o setor agropecuário foi o principal destaque do PIB divulgado na quinta (1) pelo IBGE e fator decisivo para o desempenho positivo da economia brasileira.
“Esse resultado é o melhor adubo para que a atividade consolide o seu responsável papel de dar suporte à retomada da normalidade social e política do País”, afirmou João Martins.
Uma análise feita pelo Núcleo Econômico da CNA aponta que além do clima favorável, o resultado positivo do setor se deve aos elevados investimentos dos produtores rurais na safra deste ano. 
“Este investimento foi focado em um pacote tecnológico como sementes, adubos e defensivos de elevado padrão de produtividade”, diz o texto do Comunicado da Confederação.
A partir destes resultados do PIB, a CNA estima que a agropecuária apresente crescimento de 9% no acumulado do ano.