Condicionador de solo da Dimicron promove melhorias na reconstituição do solo.

Atualmente, os agricultores brasileiros têm buscado novas alternativas para melhor aproveitamento de solo, água e demais recursos naturais para tornar a agricultura mais sustentável, mantendo (ou até elevando) os ganhos de produtividade e o rendimento das culturas.

A Dimicron, uma das empresas do Grupo Fertiláqua, mantém o compromisso de desenvolver uma agricultura sustentável que gere ambientes produtivos e não degradados e traz isso no DNA de seus produtos e serviços.

O condicionador de solo DimiLOM é um exemplo de solução ecologicamente correta, formulada com matérias-primas orgânicas e que tem como fonte o próprio solo. A base do produto é composta por ácidos orgânicos, com maior fornecimento de ácidos fúlvicos, que é considerada a parte mais fina da matéria orgânica do solo.

Ao aplicar o DimiLOM, a solução promove estímulos para uma reestruturação química, física e biológica natural do solo, aproximando ao máximo suas características originais.

“Com isso, preparamos o ambiente para a multiplicação e reequilíbrio de microrganismos; criamos condições para o desenvolvimento das raízes das plantas; e, consequentemente, melhoramos o solo aplicado. Contribuímos para a plena recuperação do ambiente produtivo, gerando construção sustentável da produtividade”, explica Deyvid Bueno, gerente de desenvolvimento.

O produto proporciona o melhor aproveitamento dos nutrientes, com o maior acúmulo de matéria seca, o que afeta diretamente e contribui para o teor de matéria orgânica no solo, com ativação dos microrganismos. Isso favorece a produção da cultura instalada nos diferentes tipos de terreno, proporcionando solos cada vez mais equilibrados e com maiores potenciais produtivos.