Centro de Inovação do Sesi de MS leva a simpósio no Rio novo conceito de virtualização.

Elaborado pelo time de pesquisadores do Centro de Inovação do Sesi de Mato Grosso do Sul, o artigo científico “Virtualização na Construção: Aplicações na gestão de Saúde e Segurança do Trabalho” foi aprovado para apresentação oral na 15ª edição do Simpósio de Excelência em Gestão em Tecnologia (SEGeT). O evento, que será realizado entre os dias 30 de outubro e 1º de novembro, em Resende, no Rio de Janeiro, é promovido pela Associação Educacional Dom Bosco (AEDB) e é considerado referência na área de Gestão e Tecnologia.

A seleção do trabalho, afirma o engenheiro-civil Adriano Macedo, representa uma oportunidade de apresentar à comunidade acadêmica e científica de todo o país a atuação do Centro de Inovação. O artigo aborda um novo conceito em gestão da Saúde e Segurança do Trabalho, que rompe com os sistemas tradicionais. “A ideia é romper com os sistemas tradicionais de gestão e trazer elementos de virtualização e visualização para os novos sistemas, trazendo assim, muito mais interatividade e relação entre os operadores do sistema, e a forma com a gente gerencia a informação”, explicou.

“Nosso objetivo maior é que nosso trabalho de pesquisa seja convertido em soluções acessíveis e escaláveis para toda a indústria brasileira, e a viabilidade disso com certeza passa pela toca de experiências e conhecimentos como os que vamos obter com a participação durante o evento”, avaliou Adriano Macedo.

Ao longo dos 15 anos de realização, o SEGeT contou com mais de dez mil participantes, oriundos de todas as regiões do país. Além de Adriano Macedo Silva, o artigo também é assinado pelo gerente do Centro de Inovação, Ricardo Egídio, e Carolina Vendimiati, que é bolsista do programa Inova Talentos, iniciativa do IEL para incentivar a inovação e pesquisa voltada para empresas e negócios.

Centro de Inovação

Localizado em Campo Grande, o Centro de Inovação do Sesi de Mato Grosso do Sul integra a rede de nove centros do Sesi criado para atender às necessidades da indústria brasileira na área de SST. No Estado, o Centro atua com na linha de pesquisa de sistemas de Gestão em Saúde e Segurança do Trabalho, apoiando o desenvolvimento de empresas de todos os portes e segmentos por meio de sistemas de informação, tecnologias e processos de gestão, sistematizando e automatizando ações e em SST.