Cana sem n-mineral: econômica e altamente produtiva.

O cultivo de cana-de-açúcar sem a aplicação de nitrogênio mineral já é uma realidade e surgiu do questionamento de diversos pesquisadores sobre o a origem do uso de adubações nitrogenadas na produção de cana-de açúcar.

 

 

Historicamente, fertilizantes nitrogenados minerais começaram a ser conhecidos pela agricultura após a 2ª Guerra Mundial. No Brasil, a aplicação começou a ser feita no século XX, considerando o uso em países temperados e sofrendo algumas adaptações para fazer parte do manejo nas nossas condições tropicais. “Desde que saibamos estimular a microbiota do solo, que é efetivamente quem transforma o nitrogênio do ar em amônia e depois a transforma em nitrato, podemos favorecer o suprimento natural de nitrogênio à planta e na hora que ela precisa, fato que quase sempre não acontece com o manejo do nitrogênio mineral”, conceitua o Engenheiro Agrônomo Flávio Pompei, diretor industrial e responsável técnico da EUROFORTE.

 

 

Para suprir essa demanda de nitrogênio do solo, a EUROFORTE desenvolveu o BVBOOSTER, tecnologia que estimula a fixação biológica de nitrogênio (FBN), substituindo as adubações nitrogenadas e promovendo aumentos robustos na rentabilidade com economia e segurança.

 

 

O BVBOOSTER é aditivado com a exclusiva tecnologia BIOAMAC, um conjunto de nutribióticos sinérgicos que, no solo, estimula a microbiota e melhora a absorção radicular de nutrientes. É indicado para uso na fase em que as folhas da rebrota estão fechando linha e também no corte de soqueira ou no quebra-lombo.

 

 

Com ele, as adubações habituais com N-mineral podem ser totalmente dispensadas e a lavoura ganha aumentos da produtividade de colmos e de açúcar.

 

 

Estudos nas últimas 5 safras comprovam os benefícios do EUROFORTE, como:

• Mais vigor no desenvolvimento da rebrota da cana;
• Maior longevidade do canavial;
• Aumenta e aprofunda o sistema radicular;
• Estimula a atividade das diazotróficas endossimbiontes;
• Turbina a microbiota do solo e estimula a FBN;
• É aliado do Renovabio, favorecendo a obtenção de CBIOs;
• Promove ganhos robustos de TAH;
• Simplifica operações no campo;
• Aumenta os rendimentos operacionais;
• Elimina quase 2/3 da movimentação habitual de fertilizantes sólido NPK;
• Resulta em maior lucratividade da produção.

 

 

Maior potencial produtivo na prática


Quem usa e aprova essa tecnologia é o produtor Celso Torquato Junqueira Franco, que transformou áreas pouco produtivas nas Fazendas Barreiro e Diamante, na região de Morro Agudo, SP em colheitas premiadas pela usina parceira.

 

 

“Em 2018 testei o BVBOOSTER em 20 hectares na expectativa de ter um empate em produtividade, já que teria uma grande vantagem em redução de custos e impacto ambiental, tendo em vista o Renovabio. Para nossa surpresa, o teste gerou um resultado positivo em produtividade. O ano passado expandimos a aplicação em 415 hectares em áreas diferentes e os resultados continuaram sendo positivos. Ainda temos pequenas áreas de nitrogênio para fazer a comparação, mas estamos aguardando ansiosos a colheita para analisar e comprovar a sustentabilidade”, relata o produtor.

 

 

Cana mais produtiva, com menos custos e mais vantagens já é uma realidade e a EUROFORTE mantém o seu propósito de possibilitar essas e outras soluções para o manejo avançado de plantas para os produtores rurais, independente da cultura.