Agrinho:

O Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural divulgou nessa quinta-feira (05), a lista dos classificados no concurso do Programa Agrinho 2017. A relação está disponível no site do programa.  Em 2017 foram inscritos 2.607 trabalhos. Em relação ao concurso do ano passado houve um aumento de 83% no número de participantes, quando foram registradas 1.427 inscrições.  
 
“Notamos um crescimento bastante significativo, não apenas na quantidade, mas, principalmente, na qualidade dos trabalhos. Isso é reflexo das edições anteriores, pois mostra a dedicação dos participantes para superar a cada ano o nível do que é apresentado”, afirma a coordenadora do programa, Luciana Baumhardt.
 
A coordenação do programa definiu novas ações para o cronograma de atividades com a comunidade escolar. “Em 2017 adotamos novas propostas para o desenvolvimento do projeto nas escolas. Em cada município houve uma formação com os professores e coordenadores das escolas participantes. Nessa capacitação explicamos todo o material do programa, e depois os instrutores fizeram visitas técnicas periódicas para alinhamento de ideias e dos trabalhos. Foi um diferencial e tanto”, explica.
 
Premiação – Neste ano, o número de participantes que serão premiados aumentou de três para cinco em cada categoria. Nas categorias desenho e redação, os prêmios vão de uma bicicleta até um notebook para os alunos e R$ 500 para os professores.
 
Na categoria da experiência pedagógica, vão de R$ 1 mil a R$ 8 mil para os professores e de R$ 500 a R$ 1 mil para os coordenadores. Na escola Agrinho, de R$ 800 a uma lousa digital para os colégios e de R$ 1 mil a R$ 4 mil para os coordenadores.
 
A cerimônia da premiação será realizada no dia 26 de outubro, em Campo Grande.
Sobre o Sistema Famasul – O Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) é um conjunto de entidades que dão suporte para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representam os interesses dos produtores rurais de Mato Grosso do Sul. É formado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural (Funar), Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS) e pelos sindicatos rurais do Estado.
O Sistema Famasul é uma das 27 entidades sindicais que integram a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Como representante do homem do campo, põe seu corpo técnico a serviço da competitividade da agropecuária, da segurança jurídica e da valorização do homem do campo. O produtor rural sustenta a cadeia do agronegócio, respondendo diretamente por 17% do PIB sul-mato-grossense.